Já aqui falámos do projeto Empreendedorismo nas Escolas da Região de Coimbra, cuja  1ª edição se destinava a alunos do Ensino Secundário e Profissional.

Foi uma das últimas finais em que a GesEntrepreneur participou e decorreu na Figueira da Foz no dia 8 de junho, tendo contado com a participação de 18 equipas, que apresentaram e defenderam com garra as suas ideias.

O júri selecionou as 3 melhores ideias, que foram premiadas e atribuiu ainda uma menção honrosa, que em seguida explicamos.

 1º Classificado / MotoPlanta / Oliveira do Hospital – O projecto MotoPlanta surgiu da necessidade de optimizar e facilitar o processo de cultivo das batatas e outros tubérculos, permitindo sementeiras equidistantes. Consiste numa máquina agrícola, que serve para adaptar a uma motocultivadora de potência entre 12 a 14 cavalos. Permite plantar batatas de forma uniforme e ao mesmo tempo colocar a quantidade necessária de adubo. Tem um doseador de sementes que se baseia num disco perfurado horizontal e tem como função dosear as sementes e conduzi-las a uma abertura de saída. Além das sementes, a máquina doseia e coloca no solo o adubo a ser utilizado na cultura através de um sistema de discos perfurados.

2º Classificado / HaQuiQueijo / Tábua – Esta ideia pretende aproveitar o soro de leite de ovelha bordaleira resultante como subproduto do processo de fabrico de queijo, introduzindo este soro na alimentação utilizando-o para produzir produtos diversos, tais como: massa de pizza, bolos, batidos proteicos, pão, etc.. Este projecto permite que todos os anos os milhares de litros de soro de leite que são despejados directamente na rede de esgotos sejam, ao invés, reaproveitados para produzir produtos de grande qualidade.

3º Classificado / Salty Spoon / Mortágua – Consiste na criação de uma colher que permite medir e dosear a quantidade de sal adequada ao prato a confeccionar. A ideia surgiu pela necessidade de controlar o consumo de sal na alimentação dos portugueses, uma vez que estes consomem o dobro da quantidade diária recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) que é cerca de 5g. Este produto será comercializado através de uma parceria com empresas do sector da culinária e utensílios de cozinha, bem como farmácias e parafarmácias, uma vez que o objectivo é patentear esta invenção.

Menção Honrosa / Receptor de Som / Góis – Este projecto é constituído por um sistema que permite interpretar ordens sonoras emitidas pelos utilizadores de equipamentos informáticos. Através de um periférico que interpreta os sons emitidos por voz traduz esses sons em determinadas acções pré-definidas pelo utilizador e posteriormente o sistema informático executa essas mesmas acções.

O nosso MUITO OBRIGADO, não só aos alunos e professores cujo projetos foram premiados, mas a todos os que participaram nesta 1ª edição!

https://pt-br.facebook.com/cimregiaodecoimbra